Notícias

Frigoríficos não querem fazer estoque de carne E preço da arroba do boi gordo não reage.

27/01/2020 às 16:59

Frigoríficos não querem fazer estoque de carne E preço da arroba do boi gordo não reage.
 
 A virada na demanda pode vir com o final do mês e com a volta às aulas
O mercado físico do boi gordo abriu a semana com baixa liquidez de negócios e preços da arroba ainda bastante fragilizados, destacam as consultorias do setor pecuário.
A baixa demanda por carne bovina no mercado interno segue como principal limitante das cotações do boi gordo, diz a consultoria Agrifatto. Neste momento, os frigoríficos evitam o acúmulo de estoques.
Segundo levantamento da Scot Consultoria, na última sexta-feira, o preço referencial da arroba do boi gordo em São Paulo caiu R$ 1, para R$ 191, à vista. No acumulado do mês, o pecuarista está recebendo R$ 12 a menos por arroba, destaca a consultoria.
No entanto, com a proximidade da virada do mês, há expectativa de que o fluxo de saída de carne no mercado interno melhore.
Isso porque o período sazonal é mais favorável para compra de proteína animal pela população, devido ao pagamento dos salários e também ao retorno dos alunos às escolas.
“As indústrias podem começar a reabastecer seus estoques, o que pode proporcionar suporte aos preços atuais ou até mesmo reaquecer as cotações da arroba”, destaca a consultoria Agrifatto.

Fonte: PORTAL DBO

 

Receba nossa newsletter

Sitevip Internet